Friday, October 31, 2014

Frida Kahlo e K-Pop: Como As Dois Representam Feminismo



O que é cultura? A cultura se identifica ao pais, e mostra a diversidade de pessoas e países no mundo. A cultura ajuda estrangeiros entender a pais e como funciona, e o povo da pais. Um maneira que você pode fazer isso é com arte. Muitas coisas podem ser arte; pinturas, musica, até esporte! Qualquer coisa pode ser arte, e qualquer coisa pode ser belo. Então, dois pedaços de arte culturalmente muito diferentes podem ser similiar?


No meu classe de Portuguese, nos fizemos apresentações sobre o nosso cultura, e um artista que nos-representa. Seo-Hyun, minha amiga, apresentou sobre K-Pop, um tipo de musica Coreana, especificamente Girls Generation. O meu outro amiga, Carla, apresentou sobre Frida Kahlo, um artista Mexicana. Quando elas estavam apresentando, um coisa chamou o meu atenção. Esses dois artistas podiam ser conectadas?


Frida Kahlo e K-Pop. Você nunca imaginária que esses dois coisas podem ser similares. Frida Kahlo é um artista Mexicana que morreu em 13 de julho de 1954. Ela gostava muito das coisas tradicionais, até usando roupas indígenas. O K-Pop é o símbolo do idéias novos. Eles são pop verdade, com roupas modernas da moda, e até modificando os corpos e caras deles para aparecer mas como o que sociedade acha e belo. Se, por exemplo, os Girls Generation e o Frida Kahlo se conheceram, eu acho que Frida Kahlo ia odeia elas. Mas, elas são similiar.



Os dois representam feminismo. Todos sabem que Frida Kahlo é um símbolo do força da mulheres. Ela sofreu tanto, mas ele continuava com a vida e com pinturas. Ela não conformou com as ideas de beleza, nunca sacando o cabelo da corpo dela. Ele era forte. Os Girls Generation também são fortes! Em qual outro pais você veia um grupo da meninas que são confidente, bonitas, sexy, poderosas e não precisava homens? Você pode ver em as vídeos delas que elas não precisam ninguém, e que elas dominam. As dois artistas representa o poder verdade das mulheres, mas em maneiras diferentes!


Eu acho que você não precisa ser da mesma cultura para representa a mesma coisa. Você não precisa fazer o mesmo tipo da arte. Você não precisa ter experiências similiar. Se você tem a mesma idéia--em este caso, feminismo--você pode dar a mesma mesagen. O Frida Kahlo e os Girls Generation me ensinaram, e outros meninos no mundo, que as mulheres tem poder.


A cultura faz cada pais diferente, e o arte que esta criado na pais diferente tamben. O feliz K-Pop e os pinturas escuros e mórbidos de Frida Kahlo não podem ser mais diferentes. Mas, a cultura tamben conecta a gente, e os idéias que nos temos.











3 comments:

  1. Clara, eu gostei muito da sua perpectiva! Eu achei que você adicionou muita informação, e fez um bom trabalho em comparar dois tipos de artistas bem diferentes. Parabéns! Eu concordo com você, de como essas artistas puderam demonstrar o poder do feminismo. Eu nunca havia pensado sobre como o K-pop poderia usar o feminismo. Eu sempre achava que elas tentavam de ser perfeitas com sua vestimenta e maquiagem. Mais acho que eu mudei um pouco minha opinião. Como você falou, nas músicas/vídeos delas, nunca falavam sobre a necessidade de ter um namorado ou de ser frágil. Também eu pensei sobre como o feminismo não se pode identificar como uma coisa tão positiva atualmente. Normalmente as pessoas pensam que o feminismo é como o sinonimo de odiar aos homens ou ao odio do patriarcalismo. Eu acho que não se sabe que essa palavra (feminismo) significa que a mulher tem direitos e igualdade como os homens.

    http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/12/We_Can_Do_It!.jpg

    ReplyDelete
  2. Oi Clara! :D

    Eu adorei o seu blog! Eu não tinha a oportunidade para ouvir a apresentação da Carla, sobre Frida Kahlo. Mas, depois que eu li seu blog, eu aprendi um pouquinho sobre ela. Nunca pensei que o K-pop e Frida Kahlo representam feminismo. Mas depois de ler, eu tenho convencido! O K-pop mostram e símbolo do força da mulheres. Elas (Girl’s Generation) sofreu muito mas também continuava com a vida. Mas, Jessica que estava no Girls Generation infelizmente saiu do grupo por causa de problemas de moda (que eu mencionou na apresentação). Nos videos, elas mostram como elas são confidente, bonitas, sexy, poderosas. Eu concordo totalmente com você nesse aspecto! Como nesse video: https://www.youtube.com/watch?v=YFbyh0wzTS0 “The Boys”. Contudo, eu estava muito interessado do seu blog e aprendi muito! Manter o bom trabalho!

    Obrigada!
    -Julie C.-

    ReplyDelete
  3. Gostei muito de como veçê analisei a presencia do femenismo sobre os dois atístas, Frida Kahlo é Girls Generation. Este abilidade de ohlar a dois artístas de diferentes nacionalidades, géneros, e plataformas, e conseguir dar um análise focado e profundo e bastante impressionante! (seriously, I'm, jealous). Mais voçê não parou ali. Voçê usou datas é figuras do internete, em uma pesquisa profunda é relevante. Também gostei como voçê falou sobre como o país e influenciado por a clutura, não o reverso. Nunca pensei nisso de essa forma. A cultura não fabricado por o pais, o pais e um expresão da cultura. Parabem por o trabalho fantástico.

    ReplyDelete